Corregedoria investiga pênis de borracha encontrado em academia de formação da PM

Escrito por Portal TPNews

7 de dezembro de 2021

Categoria(s): Segurança Pública

Tag(s): SÃO PAULO

Objeto foi deixado na mesa de um professor e pode levar a expulsão

São Paulo – A Corregedoria da Polícia Militar está investigando um acontecimento um tanto quanto inusitado: um pênis de borracha foi encontrado na mesa de um professor da Academia de Polícia Militar do Barro Branco, na Zona Norte de São Paulo, no dia 12 de novembro.

Segundo a Folha de S. Paulo, a mesma pessoa que deixou o objeto no local também derramou água sobre o computador do docente. Como não havia câmeras na sala, alunos e funcionários foram obrigados a permaneceram lá até que o caso fosse resolvido. No entanto, como o autor não foi encontrado, eles foram liberados.

Mesmo tendo dado o que falar entre agentes da corporação e virado motivo de piadas nas redes sociais, o acontecimento pode ter consequências graves. A Corregedoria recolheu objetos, inclusive o pênis, para identificar as digitais deixadas nas superfícies e compará-las com as dos integrantes da academia. Caso o autor seja encontrado, ele pode até ser expulso. 

Atualmente, a Academia do Barro Branco tem 660 cadetes e cerca de 140 funcionários, além de ser responsável por formar os principais quadros da corporação.

Portal TPNews
Portal TPNews

Portal de Notícias Online

Compartilhe

Assine nossa newsletter

 

Nos siga nas redes sociais

 

Veja também

TERMO DE RETRATAÇÃO

O portal TP News vem publicamente retratar-se com o servidor Cássio Nogueira de Castro, quanto a publicação de matéria publicada na data (16-01), onde de forma equivocada fora mencionada o nome do mesmo. A denúncia recebida por este portal não se relaciona ao servidor...

Carta de Alforria: Abolição no século XXI

Gostaria de externar aqui que a minha indignação quanto a fala hoje do secretário Fernando Veloso, delegado de polícia, no programa Balanço Geral da Record, de forma lamentável, apontou a categoria de policiais penais como incapaz de se autogovernar, de ter uma...

Sistema prisional, celeiro de corrupção e crimes institucionalizados.

Rio de Janeiro - A operação realizada pela Vara de Execuções Penais do Estado do Rio de Janeiro, que teria supostamente desbaratado um esquema de corrupção na Penitenciária Jonas Lopes (Bangu IV). A operação que ocorreu por determinação do juiz Bruno Monteiro Rulière,...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.