Dose dupla – Subsecretários da SEAP-RJ furam fila da COVID 19 em primeira e segunda dose!

Escrito por Portal TPNews

3 de junho de 2021

Tag(s): Rio de Janeiro

Farra da vacina favoreceu subsecretários e ao menos 15 de seus assessores.

“Meu sentimento é de profunda decepção…. um monte de colegas se arriscando para não deixar as unidades em situação de vulnerabilidade e eles que pouco vão a Central, furando fila!” (Palavras de um sábio )

Rio – A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Estado do Rio de Janeiro, investiga a farra da vacina, em pelo menos duas subsecretaria da SEAP-RJ, trata- se do subsecretário Geral Gilberto Mainoth e o subsecretário de Gestão Operacional João Carlos Olímpio e seus assessores. Estas “autoridades”, não apenas teriam furado a fila da vacina, e mesmo se alegaram doenças ou comorbidades furaram a fila da moralidade, considerando que é no mínimo suspeito a concentração de tantos assessores com comorbidade em apenas dois gabinetes.

Não seria exagero afirmar que se trata de um erro, entregar tanta responsabilidade nas mãos de pessoas tão doentes e vulneráveis, acho até desumano. Seria prudente a readaptação de todos, inclusive se faria economia aos cofres públicos públicos eliminando estas gratificação

Em Niterói recentemente foram convocados para receberem a primeira dose conforme decreto estadual, e, nas maiorias dos municípios brasileiros, onde em particular o município de Niterói que começou a retomada da vacinação da segunda dose em (26/05/2021), para os idosos com mais de 61 anos, seguiu nessa faixa de idade na quarta-feira (28/05/2021).

Nos dias 27 e 28 passados foram vacinados, com a primeira dose, os trabalhadores da saúde com mais de 25 anos no dia 29 e 30/05/2021, foi a vez de imunizar idosos com 60 anos ou mais (primeira dose).

Enquanto isso na SEAP-RJ, onde o número de servidores mortos pela pandemia, já atingiu o dobro de mortos registrados no ano de 2020, os subsecretário Geral, Gilberto Mainoth e o subsecretário de operações, João Carlos Olimpio, já estão imunizados com as duas doses da vacina (Nem mesmo os idosos com mais de 60 anos receberam a segunda dose),

Os privilégios foram estendidos a todos os seus assessores, todos imunizados com primeira e segunda dose da vacina, contrariando toda e qualquer ordem cronológica legal existentes, recomendada pelo Ministério da Saúde, além de ignorarem ordem de serviço nº 004/2021, da própria secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Estado do Rio de Janeiro,, publicada em boletim interno nº 069 de 14 de abril de 2021, folhas 1/17. (Estão prontos para trabalharem nas longas filas de visita e custódia de Bangu?),

Considerando a preocupação do secretario ao emitir a ordem de serviço que tinha como objeto, imunizar e proteger os nossos bravos Policiais Penais que estão na linha de frente e que estão em contato direto com a doença, poderia o secretário aproveitar o ensejo, e escalar os furadores de fila para trabalharem na atividade fim no interior das unidades prisionais.

Dos prováveis beneficiados pela dose dupla da vacina, estão a chefe de gabinete do subsecretario geral, Juraciara Maria Gonçalves da Silva, Ex diretora do presidio Talavera Bruce, em que na sua Gestão sua chefe de custódia, desviou milhares de reais para comprar uma moto para o namorado, entretanto, apesar de assumir o furto em sede policial, não houve punição no âmbito administrativo.

Chefe de Gabinete da Subsecretaria Geral

Outra provável beneficiada, seria Ana Paula Teixeira Garcia, “preferida” do Subsecretário geral, que foi agraciada com uma gorda gratificação, superior a de muitos diretores de unidades prisionais, além de gozar do privilégio, de ter um carro oficial a sua disposição, de marca Toyota modelo Etios, em sua garagem (assessora seria a “preferida” do subsecretario geral)

Ana Paula Borges, outra possível beneficiada, é conhecida pelos corredores do quinto andar na Central Brasil como, a “Riscada”, por possuir diversas tatuagem pelo corpo semelhante a de presidiárias dos anos 80 , seria uma antiga protegida do saudoso Presidente da federação estadual de futebol do Rio de Janeiro, Caixa d’água,, devido a sua amizade com o influente cartola, desde então, não figurou ou foi vista trabalhando em atividade fim de uma unidade prisional, passando grande parte de sua vida funcional entre ALERJ e Casa Civil, não fazendo sentido os agentes públicos de gabinetes se vacinarem antes dos servidores que atuam em contato direto com presos e seus familiares, aqueles que realmente estão em exposição direta ao risco de contaminação e morte. Lembrado pela Ordem de serviço do Secretário,, mas ignorada pelos subsecretários e seus assessores que viraram as costas para os seus pares. Os Policiais Penais de verdade.

Portal TPNews
Portal TPNews

Portal de Notícias Online

Compartilhe

Assine nossa newsletter

 

Nos siga nas redes sociais

 

Veja também

Offshore põe Paulo Guedes no centro da agenda política da semana…

Escândalo revela que ministro Paulo Guedes lucrou com empresa em paraíso fiscal, a cada mês algum membro da equipe de Bolsonaro é pego em escândalo. Desta vez, o ministro da Economia, Paulo Guedes, é suspeito de movimentar  milhões de dólares de forma ilegal no...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.