Policiais Penais solicitam reunião com o governador Waldez Góes, caso o contrário, policiais voltarão aos manifestos para exigir do Governo cumprimento de promessas.

Escrito por Portal TPNews

14 de novembro de 2021

Categoria(s): Sistema Penitenciário

Tag(s): LUTA SINDICAL

Policiais Penais solicitaram por ofício uma reunião com o governador Waldez Góes. No documento foi explanado todo o imbróglio dos últimos 05 (cinco) meses de desrespeito da equipe governamental para com os representantes da classe.

“No ofício foi mencionado também, que caso o governo não nós atenda, a categoria irá realizar na sexta-feira, 12, às 8hrs, um ato/paralisação em frente do IAPEN/CADEIÃO, onde será realizada uma manifestação ordeira e pacífica, para que possamos exigir do Governo a devida atenção na solução para a implementação da tabela salarial de nivel superior em lei estadual aprovada este ano pelo governador Waldez, mas que até o momento não deu soluções para está reivindicação da classe”, palavras essas do Presidente Sindical, Policial Penal Machado Mesquita.

O sindicato informa que não conseguiu avançar na pauta de negociação com os representantes do Governo do Estado, devido o fechamento e não avanços da mesa de negociação. Ato esse que motivou a categoria em Assembleia Geral Pública a paralisar as atividades prisionais.

Serão suspensas por um período de tempo: as visitas às unidades prisionais, entrega de uvd (alimentos não perecíveis e de higiene básica), atendimentos e escoltas de internos, libertações de saída e transferências internas.

A categoria pede o realinhamento da tabela de nível superior, que foi aprovada este ano pelo governo do estado.
Atualmente, o Grupo Polícia Penal é a categoria que recebe o menor salário da segurança pública do estado do Amapá.

Ao longo desses 05 (cinco) meses de tentativas de negociações, as secretarias de Planejamento e Administração tem, ignorado as inúmeras tentativas de acordo, não por simplesmente não concordar com o Projeto do Realinhamento Salarial, mas por não apresentar os cálculos do impacto financeiro e tão pouco uma contra proposta.
Vale ressaltar que o Projeto De Realinhamento Salarial apresentado por pelo sindicato, já conta com o estudo do impacto financeiro nas contas públicas para o planejamento orçamentário de 2022.

“Tivemos várias reuniões sem resposta, outras reuniões foram marcadas e deixaram os representantes da classe por 6 (seis) horas em espera e nem sequer nos atenderam. Na última reunião do dia 29/10 que estavam presentes os secretários: da SEJUSP, SEPLAN e SEAD, quando cobramos umas resposta ou proposta de nivelamento e IMPLEMENTAÇÃO da tabela de nível superior, fomos surpreendidos com a resposta que deveríamos aguardar o governo iniciar as tratativas de data base no ano de 2022”, palavras do Vice Presidente Sindical, Policial Penal Alexsandro Soares.

O SINDICATO DOS POLICIAIS PENAIS DO AMAPÁ – SINPP, já iniciou os preparativos para a próxima manifestação que ocorrerá dia 12 de Novembro, em frente ao prédio Cadeião/Iapen, pelo período da manhã.

Portal TPNews
Portal TPNews

Portal de Notícias Online

Compartilhe

Assine nossa newsletter

 

Nos siga nas redes sociais

 

Veja também

Corpo decapitada de uma mulher foi encontrado em São Gonçalo

O corpo de uma mulher foi encontrado nesta sexta-feira (26), no bairro de Santa Isabel, Município de São Gonçalo. De acordo relatos de frequentadores do local, que por motivo de segurança não quiseram se identificar. O corpo da vítima, estava em uma área bastante...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.