‘Próprio bandido é quem comanda batalhão’, revela policial militar no RJ.

Escrito por Portal TPNews

14 de outubro de 2021

Tag(s): Rio de Janeiro

Rio – Em 2014, uma Investigação revelou que um coronel escolhido pela PM para ser responsável por outros seis quartéis, comandava um batalhão do crime., quando, após assumir o comando, o coronel, comandante da Polícia Militar, foi promovido, mas ficou poucas horas no cargo. Já no dia seguinte, ele estava preso. E sabe por quê? Porque ele comandava um batalhão do crime. Recebia propina do tráfico, cobrava resgate para soltar presos e vendia armas para criminosos, o tempo passa, mas a história sempre se repete, é o que ficou claro hoje, no programa Tino Junior, (Balanço Geral) na Rede Record, uma denuncia grave revelou que nada mudou. Segundo Tino Júnior uma denúncia que chegou via WhatsApp, afirma que o comando da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro e seus comandantes estariam fechados com o tráfico, deixando policiais baseados em área de risco , engessados e proibidos de atenderem chamadas da população fluminense.

Entre 4 milhões e meio a 6 milhões de cariocas vivem em áreas dominadas pelo tráfico e as milícias, foi o que afirmou o ex-ministro da Defesa e ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública Raul Jungmann em 2020, e pelo que constam nos noticiários atuais, a cada dia fica pior, considerando que a politica do Estado do Rio de Janeiro, vem ao longos dos últimos anos, vem se confundindo com o crime organizado, em uma relação promiscua, que bota em risco o futuro de toda população fluminense, afinal o poder paralelo, na verdade está virando o caixa 2 do poder teoricamente oficial. O Estado do Rio de Janeiro precisa urgentemente de um choque ordem moral….

Portal TPNews
Portal TPNews

Portal de Notícias Online

Compartilhe

Assine nossa newsletter

 

Nos siga nas redes sociais

 

Veja também

Offshore põe Paulo Guedes no centro da agenda política da semana…

Escândalo revela que ministro Paulo Guedes lucrou com empresa em paraíso fiscal, a cada mês algum membro da equipe de Bolsonaro é pego em escândalo. Desta vez, o ministro da Economia, Paulo Guedes, é suspeito de movimentar  milhões de dólares de forma ilegal no...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.