Subsecretaria de Gestão Operacional da SEAP-RJ, sabia do uso de celular em vídeo chamada pelo traficante my Thor.

Escrito por Portal TPNews

23 de maio de 2021

Categoria(s): Sistema Penitenciário

Tag(s): Rio de Janeiro

Rio – Uma vídeo chamada foi feita dentro do presídio Gabriel Ferreira Castilho, conhecido como Bangu 3B, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, pelo traficante Marco Antonio Pereira Firmino, o ‘My Thor’, através de um celular. Um print foi tirado durante uma conversa com comparsas na semana passada e acabou vazando. autoridades da SEAP-RJ, ao tomarem conhecimento, teriam procurado o traficante e avisado que era para ele ficar tranquilo, pois só iriam ter que fazer algo, caso o fato ganhasse dimensões midiáticas, não deu outra, os órgãos de imprensa de grande porte e de grande repercussão, divulgaram matéria relatando o uso de aparelho celular em chamadas de vídeos com seus comparsas, dando ampla publicidade a esta aberração, neste sábado 22 de maior de 2021, entretanto, o sub coordenador foi até o local, conversou com o criminoso, que segundo fontes entregou um telefone “bucha” para ficar zero a zero e dar uma resposta a imprensa, e segundo fontes teria sido levado para Bangu 1na manhã desde sábado, logo que o caso foi publicado na imprensa.

Considerado um dos chefes do tráfico da maior facção criminosa do Rio de Janeiro, o traficante voltou ao estado carioca em março deste ano, após ter permanecido 14 anos e dois meses no sistema penitenciário federal. A volta de Marco Antonio foi determinada pela Justiça federal do Paraná, sob o argumento de que o criminoso já tinha cumprido tempo de pena necessário para progredir do regime fechado para o semiaberto, o que impossibilitaria sua permanência em presídio federal, entretanto, com a falta disciplinar cometida pelo criminoso, deverá tomar no mínimo 180 dias de punição e regredir ao regime fechado.

.Segundo a Assessoria de imprensa da SEAP-RJ, My Thor foi transferido para a penitenciária Laércio da Costa, conhecida como Bangu 1 e sofrerá sanção disciplinar. “O celular apreendido foi encaminhado à Superintendência de Inteligência da SEAP, onde será submetido à perícia para extração das informações”, informou a pasta.

(Provavelmente constatarão que não se trata do mesmo celular usado na vídeo chamada)

Entretanto, apesar das declarações da SEAP-RJ, a Subsecretaria Operacional não realizou uma vistoria em todo o presidio Gabriel Ferreira Castilho, se limitando apenas ao preso que foi tocado pela mídia.

Portal TPNews
Portal TPNews

Portal de Notícias Online

Compartilhe

Assine nossa newsletter

 

Nos siga nas redes sociais

 

Veja também

Offshore põe Paulo Guedes no centro da agenda política da semana…

Escândalo revela que ministro Paulo Guedes lucrou com empresa em paraíso fiscal, a cada mês algum membro da equipe de Bolsonaro é pego em escândalo. Desta vez, o ministro da Economia, Paulo Guedes, é suspeito de movimentar  milhões de dólares de forma ilegal no...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.